Topo - Fátima Marinho


Fátima Marinho

Fátima MarinhoMaria de Fátima Marinho, recifense, 22/07/1954. Mestre em Educação Musical pelo Conservatório Brasileiro de Música, Rio de Janeiro, 1997. Bacharel em Comunicação Social e Licenciada em Música pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Doutoranda em Educação. É professora, cantora, atriz, dançarina, mamulengueira, compositora, pesquisadora, teatróloga, produtora, jornalista e radialista. Iniciou sua carreira musical e teatral, quando criança, nas escolas onde estudou e nos programas infantis da TV Jornal do Comercio e TV Universitária, Recife – PE, sob orientação artística da Titia Linda Maria e Ivanise Palermo. Participou como atriz do Circo da Raposa Malhada, de Nova Jerusalém, do Circo Popular do Recife e Teatro Amador de Pernambuco. Dirigiu o coral das peças “Foi Bom Meu Bem”, “A Incelência”, “Panacéia”, “O Planeta dos Palhaços”, “Domingo Alegre”, a opereta “Histórias Cantadas”, o “Musical Infantil Pipoquinha”, “O Nosso Pastoril”, “Viva São João”, “Raças na Música do Carnaval”. Produziu em parceria com o maestro Ademir Araújo (Formiga) e Cirinéa Amaral o compacto duplo “Madame de Avental”, com músicas deles e de sua autoria, em 1984. Cantou no Palco Sobre Rodas e Pixingão, no Rio de Janeiro. Obteve o prêmio de melhor Intérprete de Forró no programa do Chacrinha, 1985.

Em 2007, ganhou a premiação de Melhor Caboclinho com a música “Cabocla Loura” no Concurso de Música Carnavakesca da Prefeitura do Recife. Criou e interpreta a personagem o PALHAÇO PIPOQUINHA, desde 1975. Fundou e preside o GRUPO PIPOQUINHA, a partir de 1978, com o espetáculo “Domingo Alegre”, Teatro Santa Isabel, Recife, consolidando o horário matinal de teatro para criança, formando um novo público. Produziu de sua autoria, o Musical Pipoquinha, em fita cassete, no Rio de Janeiro – 1990, que passou a ser adotado, como material paradidático cultural, pelas Secretarias de Educação das cidades do Cabo, Recife e em Olinda, em forma de livro com CD.  O mesmo foi lançado, na Bienal do Livro, Recife, 2005. E se transformou na opereta Musical Pipoquinha nas Praças do Recife através do Sistema de Incentivo à Cultura do Município do Recife/2007-2008.

Produziu e apresentou o programa "PALHAÇO PIPOQUINHA ALEGRA E EDUCA A GAROTADA" na Rádio Universitária AM da Universidade Federal de Pernambuco com a participação alunos e professores de escolas públicas e particulares, 1999-2000. Criou e coordenou o livro com fita cassete “Histórias Cantadas”, produzido pela Editora Memórias Futuras e Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, 2000, com edição esgotada.

É autora da opereta “O Nosso Pastoril” (livreto com CD, Editora Coqueiro), Recife, 2003 e do livro “Música Tradicional Brasileira. Do Século XVI ao XXI. Para baixo e bateria”, apoio do SIC/FUNCULTURA do Governo do Estado de Pernambuco, em 2004.

Atualmente, além de cantar, compor e produzir é professora de Música no Centro de Educação Musical de Olinda (CEMO), ministra a oficina Teatro Musical para crianças e adolescentes no Espaço Cultural Educativo Pipoquinha o qual coordena e foi professora substituta de Artes Cênicas e Expressão Artística na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), em 2008-2009.



Voltar ao topo

 


Voltar para página inicial

©Copyright 2010 Fátima Marinho e Grupo Pipoquinha | Desenvolvido por Natália Marinho